Do Meu Folhetim

Meias verdades sempre à meia luz

 -

Marcella Franco escreve sobre o cotidiano das mulheres, maternidade, relacionamentos e sexo

PERFIL COMPLETO

Publicidade

Orixá não tem Facebook

Como acontece todos os anos em 4 de dezembro, o interfone do apartamento de Iansã ontem não parou de tocar. De hora em hora, pelo menos, o porteiro avisava sobre a chegada de uma nova encomenda, sendo na grande maioria flores, garrafas de champanhe e umas poucas e louváveis quentinhas com acarajé fresco, ainda pelando(…)

No aniversário do amigo, postar selfie com textão é pretexto para aparecer

Desejar feliz aniversário a alguém nunca foi tão simples. Hoje em dia, é praxe aceitar sem qualquer traço de frustração até o mais preguiçoso dos parabéns, escrito às pressas, mecânico, em uma caixa de texto de rede social, em duas linhas nada inventivas em um aplicativo de conversa no celular. Instituiu-se a displicência, e ninguém(…)

É assim que se trata um gato

Quando eu morrer, quero reencarnar gato. E nem preciso passar muito tempo no céu, aguardando o retorno terrestre, porque, em minha vida humana, já pratiquei muito laboratório, de modo que, se for o caso de o departamento responsável estar lendo estas despretensiosas linhas, que, por favor, agendem minha volta para logo em seguida do acontecido,(…)

O trem

Quando éramos pequenos, havia mágica três vezes ao dia. Geralmente vinculada às principais refeições, a passagem do trem na frente de casa era um acontecimento, e reunia todas as crianças penduradas no portão baixo de madeira, com os braços para cima acenando de muito longe para um maquinista que, na nossa imaginação, nos olhava com(…)

Blogs da Folha