Os solitários da praça de alimentação

Adultos são meninos e meninas altos, de terno, salto alto, que caminham pela Paulista, Copacabana, pegam ônibus e fila de mercado, todos com seus buracos no peito encobertos por roupa de gente grande, contas e crachás de empresas importantes. A gente se esbarra nos caminhos, deixa cair uma pilha de livros, a bolsa, e corre […]

Leia Mais

O dia em que infartei

Eram oito da noite quando mandei mensagem para o meu pai. – Pá, acho que tô infartando. Do alto de sua experiência como cardíaco quatro vezes infartado, safenado, mamária, mais pontes que o Maluf, sabia que ele poderia me ajudar a descobrir se aquela dor insana nas costas era, de fato, um ataque do coração […]

Leia Mais

Mãe, quer ser minha melhor amiga?

De pé, calçando sandálias sem salto, a cabeça dela alcança meu ombro. Ou meu queixo, talvez, não sei dizer precisamente. Os peitos grandes, que herdei dela e de todas as mulheres da família, em mim ficaram minúsculos, depois de cirurgias e filho. Os cabelos em sua cabeça brotam finos e em abundância, e em mim […]

Leia Mais

Ciclo da vida

No princípio era o útero, e, à parte o trânsito intestinal materno, pouco havia que modificasse a cadência dos dias, de modo que o ciclo da vida em seu início era coisa das mais simples, do tipo que fazíamos –literalmente– com um pé nas costas. Nada de bruscas mudanças climáticas, porque dentro da barriga não […]

Leia Mais